adam-babypix 2

      Adam Mitchel Lambert nasceu no dia 29 de janeiro 1982 em Indianápolis, no estado de Indiana, filho de Leila Lambert e Eber Lambert, e irmão mais velho de Neil Lambert. Pouco depois de seu primeiro aniversário, sua família se mudou para a Califórnia, onde foi criado no “Rancho Peñasquitos”, uma comunidade localizada no nordeste de San Diego. Adam cresceu com a religião de sua mãe, como judeu. Durante sua infância e adolescência, Adam frequentou algumas instituições de ensino, sendo elas  “Deer Canyon Elementary School”, “Mesa Verde Middle School” e “Mount Carmel High School”. Depois de sua graduação em 2000, Adam foi para “California State University” (Universidade do estado da Califórnia), mas deixou a faculdade após cinco semanas para se mudar para Los Angeles.

“Eu era uma criança muito boa, eu não fiz nenhuma rebeldia até eu me mudar por volta dos 20 anos”. (Adam)

“Eu decidi que o que eu realmente queria fazer era tentar trabalhar no real mundo do entretenimento. A vida é toda sobre correr riscos para conseguir o que quer”. (Adam)

“Eu me mudei para Los Angeles, e eu não tinha dinheiro. Eu trabalhava lá, eu vendia jeans para mulheres. Eu só podia pagar por um apartamento muito, muito ruim. Muito ruim mesmo. Numa parte ruim da cidade, tinha tipo vários percevejos, sabe? (…) Então, eu comecei a audicionar para algumas coisas e aí, depois de uns seis meses, eu consegui um trabalho num cruzeiro”. (Adam)

 

Teatro

Teatro b

    Adam começou a performar aos nove anos de idade com a Metropolitan Educational Theatre Network (Rede Metropolitana Educacional de Teatro). Alguns anos depois, ele começou a atuar mais e ter um treinamento vocal maior. Continuou performando com a Metropolitan Educational Theatre Network mesmo quando mudou para a instituição Mesa Verde Middle School, onde ele participou de uma competição local chamada “Airbands” e venceu performando “Thriller” de Michael Jackson. Na Mount Carmel High School, Adam participava do teatro, coral, e frequentemente era vocalista da banda de jazz da escola.

     Seu primeiro papel no teatro foi como “Linus” na produção do Lyceum Theater “You’re a Good Man, Charlie Brown” em San Diego. Adam teve aulas privadas para trabalhar a sua voz antes de participar de mais musicais em teatros locais.  Ele também participou de produções profissionais locais como “Joseph and the Amazing Technicolor Dreamcoat”, “Hello, Dolly!”, “Camelot”, “The Music Man”, “Grease”, “Chess” e “Peter Pan”. Aos 19 anos, Adam começou a trabalhar profissionalmente se apresentando por 10 meses em um cruzeiro.

     A partir dos seus vinte anos, Adam participou do elenco de vários musicais profissionais. Confira toda sua trajetória aqui.

     Outro evento marcante em sua carreira aconteceu em 2005, quando Adam cantou em um evento judeu em homenagem ao primeiro-ministro Israelense Yitzhak Rabin.

     Alguns anos depois, enquanto participava do elenco do musical “Wicked” em Los Angeles, Adam também trabalhou brevemente a frente de uma banda de rock chamada “The Citizen Vein”. Também trabalhou como cantor de demos e como musico de sessão, e algumas de suas gravações de 2005 foram lançadas em 2009 no álbum denominado “Take One”.

“Eu canto desde os 10 anos de idade, começando no teatro musical, meus pais me colocaram lá porque eu era hiperativo e fazia muito barulho, e eu tinha realmente muita energia, e então eles tiveram que encontrar toda uma perspectiva para mim, e eu amei isso.” (Adam)

“Ele sempre foi muito precoce. Eu o levei à muitas peças [de teatro] e shows quando ele era pequeno, e ele sempre achava um significado mais profundo neles enquanto eu sempre levava as coisas no literal. (…) Ele era muito curioso, sempre perguntando coisas. Quando ele tinha mais ou menos 5 anos, ele perguntou: ‘Se Deus está no céu, como ele vê através do teto? ‘. Eu precisei dizer a ele, ‘nós conversaremos sobre isso depois’.” (Leila, mãe do Adam)

 

American Idol

09951zb

     Adam participou da oitava temporada do reality show musical norte-americano “American Idol”. Desde sua audição, onde cantou “Rock With You”, do Michael Jackson e “Bohemian Rhapsody”, do Queen, até a grande final, Adam recebeu inúmeros elogios dos jurados ao fim de cada semana, sendo profundamente aclamado pelo público.

     O seu repertório no programa contou com ritmos variados, com músicas como “Black Or White”, “Ring Of Fire”, “The Track of My Tearts”, “Mad World”, “Whole Lotta Love” e “A Change Is Gonna Come”.

    Na final, Adam se apresentou ao lado da banda de rock Kiss e cantou pela primeira vez junto ao Queen. Contudo, o cantor não ganhou a edição: ficou em segundo lugar, sendo a primeira posição conquistada por Kris Allen.

Para informações mais aprofundadas, acesse a nossa página sobre o American Idol!

“Eu decidi vir para uma audição do American Idol agora, após assistir nos últimos 8 anos, e eu ficava tipo “Uau, eu quero fazer isso, eu quero fazer isso!”. Isso é como uma grande chance para mim, eu quero ir lá e destemidamente apenas dar meu show.” (Adam)

“Eu comecei com uma música do Michael Jackson, boa o suficiente, mas eles ficaram meio “o que mais você tem?” e então quando eu cantei Queen eles ficaram “Aha! Essa é a sua linha para o show”. (Adam)

“(…) Estar nesse show, isso é como um campo militar porque tem muitas coisas para pensar, sua agenda está sempre lotada, e você tem que arrumar novas canções. Eu acho que isso te ensina realmente como estar no jogo (…) Eu realmente gostava do desafio, de ter uma música nova toda semana e ter que agregar ela ao tema daquela semana (…)” (Adam)

 

Pós-Idol

Pós-Idolb

    Ainda durante o programa, especulações sobre a sexualidade de Adam foram levantadas, quando fotos suas vestido como uma drag queen beijando seu ex-namorado se espalharam pela internet. Temeroso de que o sensacionalismo que rodeava o assunto ofuscasse o seu talento como cantor, Adam escolheu não se pronunciar oficialmente para a mídia durante toda a sua trajetória no American Idol. Contudo, logo após a final do programa, o cantor se assumiu para a revista Rolling Stone, na edição publicada no dia 25 de junho de 2009.

    Na reportagem, Adam contou, sem filtros, sobre todo o processo de aceitação da sua sexualidade desde a adolescência, afirmando que esperou a finalização do programa para poder se pronunciar dentro de um contexto adequado: “Eu não acho que seja uma surpresa para ninguém ouvir que eu sou gay”, disse à revista, acrescentando posteriormente na mesma entrevista, “eu tenho orgulho da minha sexualidade. Eu a abraço. É só mais uma parte de mim”.

“Ele de repente começou a se sentir estranho perto de seus colegas de classe. “Eu comecei a perceber que eu não era como os outros meninos, e eu só mantinha isso na minha cabeça, me aterrorizando”, ele diz. “Eu estava com tanto medo da minha sexualidade”.
“Uma noite, ele acompanhou a sua mãe numa tarde de debate e discurso do ensino médio sobre monólogos fictícios. “Uma criança fez um discurso dramático sobre seus pais virarem as costas para ele porque ele era gay, e o jovem quase foi morto por isso”, diz Lambert. “Eu pude dizer que minha mãe estava ficando brava. No caminho de casa, ela perguntou, ‘você quer ter uma namorada?’”. Eu disse ‘não’. Ela disse, ‘você tem um namorado?’. Eu disse ‘não’. Ela ficou tipo, ‘bom, você quer ter um?’, eu disse ‘sim, isso seria legal'”. Ele ri. “De repente, foi como se uma barreira fosse derrubada, e nós começamos a tagarelar como loucos”. (Adam para a Rolling Stone)

      Após o American Idol, a Billboard publicou que Adam estava trabalhando em um novo álbum. O cantor afirmou que seria um álbum eclético, com variedades de sons, e avisou via twitter que estava programado para ser lançado às vendas no dia 23 de Novembro de 2009. Além disso, sabia-se que pessoas como Max Martin, Dr. Luke, Ryan Tedder e Lady Gaga estavam participando da produção. Em 28 de Outubro de 2009, Adam afirmou, novamente via Twitter, que seu primeiro single seria “For Your Entertainment” e no dia seguinte anunciou que a musica iria estrear no programa de rádio de Ryan Seacrest em 30 de outubro de 2009. Adam também gravou “Time for Miracles”, música para trilha sonora do fime “2012”. A canção foi lançada em 20 de outubro de 2009 como um single paralelo. Brian May, guitarrista da banda Queen, elogiou a musica ao ouvi-la.

      Em 19 de junho de 2009, a Hi Fi Recordings e a Wilshire Records revelaram que lançariam um álbum com algumas músicas que Adam tinha gravado antes do American Idol, enquanto trabalhava como músico de sessão. O primeiro single do álbum se chamaria “Want”, mas Adam emitiu um comunicado sobre o assunto que dizia: “Em 2005, quando eu lutava para ser um artista, fui contratado como cantor de estúdio, para emprestar minha voz para faixas escritas por outras pessoas. Eu estava sem dinheiro naquele momento e esta foi a minha chance de fazer algum dinheiro, então aproveitei a oportunidade para gravar pela primeira vez em um estúdio profissional. O trabalho que fiz naquela época não reflete a música que eu estou trabalhando atualmente em estúdio”. Em 17 de novembro, o álbum foi lançado com o nome de “Take One”.

    Adam também fez parte da “American Idols LIVE! Tour 2009” com mais 10 participantes. A turnê passou por 50 cidades nos Estados Unidos e Canadá. Mais tarde naquele mesmo ano de 2009, Adam se apresentou no American Music Awards.

AMAb

      Adam performou “For Your Entertainment” no American Music Awards em 22 de novembro de 2009. A apresentação ganhou diversas críticas e tornou-se polêmica pelo fato de Adam ter beijado um músico do sexo masculino no palco e exercido uma dança com diversas apologias de conotação sexual. A ABC recebeu cerca de 1.500 reclamações por telefone e cancelou a performance de Adam no Good Morning America. Sobre a performance, ele disse a CNN que o beijo foi “algo do momento” e não foi planejado, e disse a Rolling Stones: “Estamos em 2009, é hora de correr riscos, ser um pouco mais corajoso, é hora de abrir os olhos das pessoas e se isso ofendê-los, então talvez eu não sirva para eles. Meu objetivo não era o de irritar as pessoas, era de promover a liberdade de expressão e liberdade artística”.

  Adam voltou para o AMA’s dois anos depois, como um apresentador, e foi calorosamente recebido. Negando as alegações de que o cantor foi banido do show em 2009, o produtor executivo Larry Klein disse que ele está antecipando futuras performances de Adam, e ainda disse “Adam Lambert é nosso amigo, ele é talentoso e eu gosto de tudo sobre ele”. A performance de Adam foi incluída na lista do “Top Ten American Music Awards Moments” (Top Dez Momentos do American Music Awards) da Billboard, na véspera do seu 40º aniversário, em novembro de 2012.

 

For Your Entertainment e Glam Nation Tour

GNT2

      O primeiro álbum de estúdio de Adam Lambert, For Your Entertainment, foi lançado em 23 de novembro de 2009, um dia após a polêmica performance no American Music Awards, vendendo 198.000 cópias nos EUA na primeira semana. O primeiro single foi “For Your Entertainment”, mas o sucesso veio com o segundo single, “Whataya Want from Me”. A música co-escrita pela cantora pop P!nk impactou as paradas do mundo todo e ficou na posição 10 na Billboard Hot 100, levando o cantor a ser nomeado ao Grammy na categoria “Best Male Pop Vocal Performance”(Melhor Performance Vocal Pop Masculina). For Your Entertainment ganhou certificado de ouro nos Estados Unidos em 2010.

      Em junho de 2010 Adam embarcou para sua primeira turnê solo chamada “Glam Nation Tour” que totalizou 113 shows quase completamente esgotados e passou por países da América do Norte, Europa e Ásia. A turnê rendeu um DVD filmado no show em Indianapolis, que chegou a ficar no número 12 no gráfico de vendas de vídeos da Billboard no final de 2011.  Em seguida, também foi lançado o primeiro EP, “Acoustic Live!”, que consiste em versões acústicas de músicas gravadas ao vivo em vários países. O EP recebeu excelentes críticas e foi chamado de “eletrizante” pelo New York Daily News.  Em novembro de 2011, Adam se juntou ao Queen como vocalista no MTV Europe Music Awards, onde a banda foi homenageada com o “Global Icon Award” (Prêmio de Ícone Global) e apresentou um medley de músicas clássicas da banda.

Para informações mais aprofundadas, acesse a nossa página sobre a Glam Nation Tour!

 

Trespassing e We Are Glamily

WAG b

      O álbum “Trespassing” foi lançado em 15 de maio de 2012. A faixa-título, “Trespassing”, foi co-escrita com Pharrell Williams, e o primeiro single, “Better Than I Know Myself”, foi lançado dia 20 de dezembro de 2011. O segundo single, “Never Close Our Eyes”, escrito por Bruno Mars, foi lançado no dia 17 de abril de 2012. Após o lançamento oficial, o álbum recebeu diversos comentários positivos, e em 23 de maio, estreou no número um na Billboard 200, consagrando o Adam como o primeiro artista abertamente homossexual a realizar o feito, e no número três no chart do meio da semana do Reino Unido. O terceiro single, “Trespassing”, foi lançado como parte de um EP de oito faixas de remixes. Intitulado “Trespassing Remixes”, o EP foi disponibilizado para rádios digitais e em outubro, cópias foram vendidas unicamente no site oficial de Adam. O álbum foi premiado em listas de fim de ano, entre elas melhor álbum do ano na Rolling Stones, o número três na Billboard para “Favorite 200 No.1”, e número oito na lista da revista People de “Top Ten Music” em sua edição de final de ano.

      Em 23 de outubro, Adam fez uma participação especial na série de televisão “Pretty Little Liars”, atuando e performando duas canções do Trespassing no especial de Halloween desta.

      A “We Are Glamily Tour” começou em 17 de fevereiro de 2013 em Seul, totalizando 16 shows pela Ásia e Europa.

     Cerca de cinco meses depois, no dia 12 de julho de 2013, Adam revelou que estaria deixando a RCA Records, que na época era sua gravadora através de uma carta enviada ao The Hollywood Reporter, na qual ele alegava que o motivo era “diferenças criativas” em relação ao seu próximo álbum.

     Com a RCA tentando encaixá-lo no seu projeto de um álbum composto somente de covers, Adam afirmou através da carta: “(…) Eu já estou envolvido na criação de material para um novo álbum, junto de colegas muito talentosos, e eu não posso explicar o quão ansioso eu estou para compartilhar esse novo som e direção. É nesta música onde meu coração está, e eu acredito que é isso que meus fãs querem ouvir (…) Minha paixão pela música e respeito pelos fãs sempre virão em primeiro lugar (…)”.

    No mesmo ano, Adam participou da quinta temporada da série “Glee”. Sua estreia foi no dia 7 de novembro, no episódio “A Katy Or A Gaga” (Uma Katy ou uma Gaga), no papel de Elliott “Starchild” Gilbert.

Para informações mais aprofundadas, acesse a nossa página sobre o We Are Glamily Tour!

 

Queen + Adam Lambert

071 - HPUY2f7 b

      Além de cantar “Bohemian Rhapsody” na sua audição da oitava edição do American Idol, Adam protagonizou um dueto com Kris Allen (ambos finalistas da edição) da canção “We Are The Champions”, que contou com a participação do Queen. Segundo Adam, essa foi a primeira vez que ele conheceu a banda. O próximo encontro de Queen + Adam Lambert aconteceu em 2011, no dia 6 de novembro, quando Adam se juntou novamente com a banda britânica em Belfast (Irlanda) para a premiação EMA (European Music Awards).

    Foi nesse primeiro encontro que tanto a banda Queen quanto Adam Lambert sentiram uma conexão que poderia render uma grande celebração para as clássicas músicas tão conhecidas, com novas cores e num espetáculo ímpar. Desde então, a parceria Queen + Adam Lambert tem sido um sucesso, rodando o mundo em turnê e, inclusive, passando até pelo Rock In Rio 2015, aqui no Brasil, e tendo outra turnê prevista para o verão de 2016. Para mais informações, visite a nossa página sobre Queen + Adam Lambert!

The Original High e The Original High Tour

TOHT b

     Depois de seu desligamento de sua antiga gravadora, RCA Records, Adam assinou um novo contrato com a gravadora Warner Bros, na qual o seu novo trabalho foi desenvolvido.

      O terceiro álbum de estúdio do Adam veio em 2015. No dia de seu aniversário, 29 de janeiro, o cantor anunciou em sua página no Facebook que o seu novo trabalho se chamaria “The Original High”, e revelou que o primeiro single sairia em abril do mesmo ano.

    Em março, Adam postou em seu Instagram a capa do seu novo single, informando aos seus fãs que este se chamaria “Ghost Town” e estaria disponível para download no dia 21 do mesmo mês.

  No dia 12 de junho de 2015, o álbum completo foi lançado, estreando em terceiro lugar na Billboard 200.

    A turnê “The Original High Tour” iniciou no dia 31 de dezembro de 2015, no espetáculo de Ano Novo da cidade de Cingapura. A turnê tem datas par Ásia, Oceania, Europa e Estados Unidos.

   Traduzindo a nova fase artística do Adam, a turnê traz um clima singular, transformando os shows num espetáculo peculiar. Para informações mais detalhadas, visite a nossa página sobre a The Original High Tour!

 

Conheça melhor a história de Adam Lambert contada por ele mesmo no “It Got Better”